Countdown Turks and Caicos


Pois bem, depois de um longo tempo ausente e, por uma boa causa, resolvi voltar a escrever para este blog. Afinal, estamos na contagem regressiva para a próxima temporada de mergulhos AQUALANGOS na sua versão Internacional. Faltam 52 dias para TURKS AND CAICOS!!!!

A macacada que vai a esta viagem é grande. Uma lista que inclui quase todos os Fundadores, uns quase Aqualangos outros ainda nem tanto. Vale apenas listar essa galera e todas as viagens. É a hora de fazer uma retrospectiva.

Tem uma galera boa que não vai embarcar e resolvi fazer um teste e, colocar apenas as características para saber se alguém advinha quem é. Vamos lá!

( ___________) – Está aguardando a filha completar 15 anos pra viajar

( ___________) – Está de licença pre-paternidade

( ___________) – Não tem identidade pra viajar

( ___________) – Embora fale 5 línguas vai a Inglaterra fazer Curso de inglês

( ___________) – O velho Lobo do Mar

 

Com certeza sentiremos falta de todos, mas teremos a quem sacanear. Afinal, todos cumprem sua função em uma sociedade. Certo??

Ops!!!

Têm dois passageiros que não fazem parte desse seleto grupo, mas que sempre nos acompanham e, não poderiam deixar de ser mencionados: Luiz Alves e Homem Jiló que escrevem sobre suas experiências gastronômicas, etílicas e turísticas.

 

Lista com todas as viagens oficiais

2007 – Parati

Cassiano

Fernando

Guilherme

Norton

Pablo

Robson

Rulho

Stilson

Thiago

 

 

2008 – Recife

Cassiano

Fernando

Guilherme

Norton

Pablo

Robson

Rulho

 

 

2009 – Arraial do Cabo

Cassiano

Fernando

Guilherme

Norton

Pablo

Robson

Rulho

Thiago

 

 

2010 – Recife

Cassiano

Fernando

Guilherme

Júnior

Noca

Norton

Pablo

Robson

Rulho

Weslley

 

 

2011 – Fernando de Noronha

Cassiano

Chico

Fernando

Guilherme

Pablo

Robson

Rulho

Weslley

 

 

2012 – Cozumel

Cassiano

Chico

Dalton

Fernando

Humberto

Pablo

Robson

 

 

2013 – Turks and Caicos Islands

Cassiano

Chico

Dalton

Fernando

Fred

Guilherme

Humberto

Jaime

Noca

Norton

Pablo

Robson

Weslley

 

México! Parte III


Aqualangos no México!

Parte III –Segundo dia de Mergulho

 

 

Dia 9/4 – Hoje, um pouco desestimulados pelos mergulhos do dia anterior, mas animados pela companhia e risadas sem fim, lá fomos nós em direção ao cais. Clacrkson nesse momento corria para conseguir mergulhar no segundo dia. Zarpamos! Ops! Clackson chegou a tempo, embora tivesse perdido o voo. Não, o caso dele é ainda pior… ele não tinha passagem. Kkkkkkkk

 

Águaaaaaaaaa!

Depois do mergulho, 1 hora de intervalo de superficie foi pouco para expressar a alegria que sentíamos depois do mergulho. Fantastico! Maravilhoso! Excepcional! Sei não, acho que Noronha corre grande risco e blá, blá, blá…. Vimos nesse mergulho tudo que gostaríamos de ver em uma semana. Parecia um compacto dos melhores momentos. Arraias, Peixes GRANDES, peixes coloridos, Moreia, Tartaruga, corais com cores incríveis sob as águas transparentes do mar de Cozumel… Ufa! Nas fotos postadas vocês vão ver. Era um aquário em águas abertas. Viva México! Viva Cozumel!

 

Águaaaaaaa!

Lá fomos nós para o segundo mergulho do segundo dia, vidrados e babando! Bom demais! Repeteco do primeiro mergulho e eu já pensando no noturno que hoje faríamos com certeza.

 

Bom, pra resumir, o segundo mergulho que durou 55 minutos foi tão bom quanto o primeiro. Vamos almoçar e voltamos às 18:00 para o noturno.

 

Começou a Saga em busca de um bom lugar para comer. Em uma ponta OctoFefo dizia para procurarmos “Pescaderia San Carlos”, e, do outro, Peixe Piloto repetia que estava errado e que deveríamos procurar “Pescaderia Negrão” kkkkk. Claro que o Octofefo estava certo, mas como diz nosso nobre Dr. Flappers… “Todo mundo só faz o que o Peixe Piloto manda”. Já em desespero e fome de leão, mudamos os planos e voltamos para um restaurante local muito especial que vimos no caminho. Oba! Tinha Nachos. Salvação Total. Valeu muito a pena.

 

Fomos descansar, dormir igual a bêbados para o noturno e o Peixe Piloto foi ao SUPERMERCADO.

 

Águaaaaaaaa!

O Noturno foi igualmente espetacular e tivemos o PM fazendo seu primeiro Noturno. O cabra é valente!

Depois do mergulho, mais uma dúzia de elogios aos mergulhos e a operação. O nosso dive master, o Miguel, era tão ou mais animado com os mergulhos do que alguns de nós.. O cara só subia quando já tava na final, mergulhava até zerar o cilindro. Foi bom demais!

 

 

Agora vamos ao Hotel, em seguida Cerveja, Tequila, Nachos… Ops! Melhor correr. Os restaurantes aqui fecham cedo. Bom, o cardápio foi o mesmo de todos os dias em Cozumel. Nachos! Kkkkkk

 

Continua….

 

México! Parte II


Parte II – Estamos em Cozumel

Dia 7/4. Saímos para dar um role na cidade. Vazia de dar dó. Paramos para Jantar no “Enrlando’s” (“Rolandi’s” Restaurante). O Flappers não sabe se tava bom ou não, pois pra variar, tava dormindo. Voltamos para o hotel  e fomos dormir. Claro que o Piloto passou no Supermercado.

 

Dia 8/4. Hojé é o primeiro dia de mergulho e, claro, estávamos bem motivados para o mergulho. A operadora era ao lado do hotel o  deck de saída em frente a operadora. Tudo parecia perfeito. Águaaaaaa!

Depois do primeiro mergulho, um silêncio pouco animador e comentários do tipo… a agua é muito boa, visibilidade 40 metros.  1 hora de superfície e a expectativa continuava a mesma e… o mergulho deu na mesma. Pensamos em noturno, mas não valia a pena.   Bom, depois do Mergulho e a certeza de que Noronha era melhor e que so nos restariam Tequilas, Tacos, Nachos, Cervejas e uns quilos a mais. Ops! E a cidade vazia. Kkkkkkk   Assim fizemos. Mas para animar a noite, Sycho decidiu desafiar OctoFefo a tomar uma sequência de shots de tequila. Dios mío! Daí, a cada gole, Pancho PM, alertava aos dois participantes do desafio que estavam bebendo demais, que era muita bebida, que blá, blá, blá… Parecia mais uma tia velha. Fechamos a conta e começou a grande disputa dos 100 metros sob o efeito da tequila. A única coisa que deu errado foi que OctoFeffo correu 1.000 metros! Kkkkk O cara não parou por nada.

Acabou o dia 7 e chegou a hora de dormir. Amanhã o Clackson chega pra completar o time.

 

Continua…

México! Parte I


Já faz um tempo que não temos contribuições para o nosso blog. Pensei em tirar do AR, mas vou colocar um pequeno relato dessa, que foi uma das grandes viagens, e, só não foi melhor pela falta dos Aqualangos que por motivos diversos não puderam ir.

Dia 4/4, Saida pra escutar um bom Jazz na Quituart e aí… torci o tornozelo. Pensei… se o OctoFefo foi eu também irei. Flappers me medicou, deu as diretrizes e lá estava eu. Dor, ansiedade e preocupação 0.

Dia 5/4, tudo pronto!

Dia 6/4, acordo às 2 da manhã, mas no caminho tive que acordar o Flappers. Foi difícil!
Já no aeroporto nosso voo foi cancelado e tivemos que acionar o Jurídico. Entrou em cena Peixe Piloto. Ufa! Embarcamos. Euforia a parte, Flappers e DOC estavam já mais pra lá que pra cá. Dormindo feito bêbados.

Já em Sampa, teríamos 5 horas de aeroporto. Utilizamos o prestígio dos nossos amigos, Black Infinite Plus Mais, e fomos à sala VIP. Bom demais!

Embarque para o México! Voo tranquilo e o Flappers e o DOC dormindo feito bêbados.

Dia 7/4, estamos na Cidade do México! Agora é fazer o Check in para Cancun e esperar tomando umas cervejas e comendo nachos. Fizemos o Check in e… OctoFefo descobre que seu voo já tinha rolado. Droga! A Maisa não tava lá pra embarcar o OctoFefo. Bom, tudo arrumado e fomos em direção a 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7 8 restaurantes até o Peixe Piloto, definitivamente, resolver que era o Wings mesmo. Hora de Comer, Beber e falar besteira.
Octofefo já exausto resolve que vai embarcar na frente…
Resolvemos que depois de comer iríamos logo para sala de VIP, esperar o voo mais relaxados. Entretanto, como uma das suas atribuições, o Peixe Piloto disse que deveríamos esperar, pois ele tinha certeza de que o OctoFefo não tinha embarcado. Refutei, disse que ele estava preocupado a toa e blá, blá… mas mesmo assim esperamos enquanto era feito uma vistoria no aeroporto e… eis que surge Peixe Piloto puxando o sonâmbulo OctoFefo. Rssss 10 x 0 pro Peixe Piloto.

Chegamos a Cancun às 2hs da manhã e fomos direto ao hotel. 3 da manhã e cama depois de 24 horas que havíamos saído de Brasília.

Dia 7/4, curtindo Cancun. Fomos a Praia onde OctoFefo e FLappers tinham que entrar no mar. Depois, role rápido e comer e beber um pouco no Carlos and Charles. Enquanto isso, Sycho resolveu que deveríamos fazer umas esculturas. Claro que Peixe Piloto relutou, mas… foi convencido pela maioria esmagadora.

Chega de Cancun, vamos pra Cozumel!

Viagem tranquila de 45 minutos de balsa.

Hotel legal, bem localizado e limpinho. “Vamos à praia?” Oh Lord, Who goes to the beach with him?

Cerveja, Tequila, Tacos, Farritas, Nachos e a expectativa do primeiro dia de mergulho no dia seguinte.

Continua…

Aqualangos… água!


No segundo semestre estivemos por ai….

Nos festejos do meu aniversário de 45 anos

Cash
Dr. Fonseca
Zoinho
DOC
Fefo
se aventuraram na Bahia de todos os Santos que tava mais pra inferno de poseidon.

Em uma seqüência inesperada mas maravilhosamente e cirurgicamente feita pelos Aqualoucos

Líder
168,75
Doc
PM
Soneca
foram a Recife curtir além do mar algumas horas de sono, Camarão Camarada e Cerveja.

Bom, não satisfetios e, ainda sofrendo de falta de “neutrox”…. Guarapari

Doc
168,75
Líder
PM
Osklley
Claro que o ano ainda não acabou e que ainda temos a frente o paraíso do mergulho nacional onde faremos o fechamento do ano de 2012 e as reflexões necessárias sobre temas que convoco o nosso querido amigo e aqualango fundador para dissetar a cerca dos temas a serem discutidos no evento “Aqualngos, Aqualoucos…. uma vez por ano é pouco”

Para esse encontro estão confirmados os calouros de água  Zoinho e Flappers e, o Pre aceito Dalton Craveiro (Apelido a ser definido em momento de inspiração pelo nosso Sir +10).

Seremos 9 contemplados com o mar e muitos mergulhos

Ainda Dalton
+10
Octofefo
Bonner
Zoinho
Flappers
…e os que sempre estão e vão a todas as vigens oficiais
Doc
Líder
168,75

Caramba!

Ainda falta finalizar com a última viagem do ano de 2011…. Curaçao

Cash e Zoinho formam a dupla confirmada para um paraíso do caribe. Boa viagem!

“Aqualangos Society Fundation Liberty Freedom Plus NO WOMAN”
Eitâ nóis!

Aqualangos à mesa – Luiz Alves e os argentinos


Então, todos que me conhecem (e não são poucos, ha ha) sabem que a-do-ro a Argentina. Tanto que estive lá 5 vezes: duas em Buenos Aires e três em Búzios. Para matar as saudades, resolvi investir num momento porteño e visitei 2 restaurantes argentinos: o La Caballerizza, em Sampa, e o Pobre Juan, em Brasília.

O LA CABALLERIZZA é filial de um restaurante de Buenos Aires. Fica nos Jardins, bem pertinho do hotel Intercontinental, e conta com um ambiente muito agradável e criativo. Tem um salão espaçoso, com um pé-direito bem alto e com uma fonte, que quase nos dá a impressão de estarmos em uma “plaza”. Ao lado, uma parte mais reservada onde as mesas ficam como que em baias, homenagendo a cavalariça que dá nome ao lugar. Achei o atendimento muito bom, o preço dos vinhos bastante razoável e o bife de chorizo excelente. Experimentei a Morcilla (ou morcela, ou chouriço) e achei-a muito mais saborosa do que as que já comi na Fogo de Chão. Se morasse em Sampa, viraria habitué.

O POBRE JUAN fica no Shopping Iguatemi e tem ambiente sofisticado. Vende cervejas grandes (600ml nacionais e litrão argentino/uruguaio) que são gentilmente colocadas em baldes com gelo. O couvert é basiquinho, mas vem com sticks de cenoura, nabo e pepino, legumes que, não sei bem o porquê, me agradam muito… As carnes são feitas em uma autêntica parrilla e, se não chegam a ser espetaculares, são boas. E caras. Custam entre 55 e 70 reais, são a princípio individuais e não vêm com acompanhamentos. A picanha estava muito melhor que o Chorizo, o que é estranho para uma casa argentina. À parte, pedi a batata souflé. É muito gostosa e lembra bastante a antológica batata da churrascaria Marjorica lá do Rio (e de Petrópolis). Deixei o Juan mais rico, eu sei, mas acho que valeu a visita.

Hasta luego,

Luiz Alves